A Vida da Educação Domiciliar

Por Andrea G. Schwartz
19 de Novembro de 2006

Muito tem sido escrito sobre os benefícios espirituais e acadêmicos da educação domiciliar. Entretanto, um dos mais significantes pontos da educação domiciliar é o benefício da vida familiar.

As crianças frequentemente descobrem que seus melhores amigos acabam sendo irmãos e irmãs, e, há menos ênfase no grupo de pares, enquanto as crianças de idade diferente fazem amizades entre elas rapidamente além disso, passeios e férias em família podem ocorrer de acordo com o planejamento, em vez de apenas determinados períodos durante um ano escolar de 10 meses.

Faça Parte da Comunidade Educalar

Há algum tempo, eu escrevi uma paródia da canção do musical Annie. Ao invés de “É a Vida Dura”, eu mudei as palavras para “É a Vida da Educação Domiciliar”. Aqui está a minha humilde interpretação:

É a vida de educação domiciliar para nós!
Na cozinha, nós aprendemos matemática.
Enquanto o bebê toma banho
É a vida da educação domiciliar.
Irmãos nós sempre vemos;
Eles são colegas de classe perpetuamente.
Quem sabe em que ano nós estamos?
Estamos sempre com o parente mais próximo.
É a vida da educação domiciliar.
Nossas mães são mais que nossas professoras;
Elas nos empilham em vans e SUVs.
Entre a gramática, matemática e ciência.
Elas nos levam para todas as atividades
Ninguém se importa se você terminou todo o seu trabalho escolar;
Tem sempre mais para você fazer
Sem alívio em uma conferência de pais e mestres
Porque as pessoas que aparecem lá vocês sabem quem são!
Ah, socializados nós podemos não ser Socializados – o que é isso, MTV?
Pai e mãe, é graças a vocês;
Nos apreciamos tudo o que vocês fazem
É a vida da educação domiciliar (é sim)
É a vida da educação domiciliar (é sim)
É a vida da educação domiciliar!

Deixando todo humor de lado, há um adicional benefício para a vida de educação domiciliar além do acadêmico e do aspecto social, e isto torna-se evidente quando há doença prolongada ou emergência médica na família. Para este períodos de estresse e lutas, a família funciona mais como DEUS quer; ao invés de fragmentar-se e ir para diferentes caminhos, familiares estão prontamente disponíveis para ajudar e fortalecer uns aos outros.

Eu conheço um grande número de famílias que praticam educação domiciliar somente em minha região que tiveram que enfrentar certas situações médicas. Em um caso, uma mãe de família, depois de semanas pensando que ela tivesse asma, recebeu o diagnóstico de linfoma de Hodgkin (câncer). A família de seis crianças, tendo o caçula 18 meses naquela época, foi capaz de unir-se e agir como uma unidade enquanto a quimioterapia e a radioterapia tornaram-se parte de suas vidas durante um período de tratamento de 10 meses.

Os estudos foram realizados como deveriam ter sido todos os dias? Claro que não. Mas, agora, seis anos depois, a mãe (sobrevivente do câncer) avalia todo o episódio como uma das maiores bênçãos em sua família. O relacionamento entre as crianças e as responsabilidades delas em casa cresceram bastante, enquanto todos juntos dependiam dos cuidados do SENHOR. O trabalho acadêmico que ficou para trás foi compensado, e, se alguém não mencionar esta parte da vida deles para você, você provavelmente pensará que se trata de uma família normal, comum.

Outra família está atualmente lidando com um pai que está tendo a saúde rapidamente deteriorada pela ALS – doença de Lou Gerhig – esclerose lateral amiotrófica (ELA) -. Com a ajuda da igreja deles e grandemente da comunidade de educação domiciliar, a família tem sido abençoada para continuar a educação domiciliar, dando assim, as filhas, bastante tempo com o pai, encorajando-o e estando próximo para ajudar a mãe. Mas, você poderia perguntar: os estudos não estão sendo prejudicados? Eu presumo que o que elas estão aprendendo na vida real sobre doenças, cuidados médicos, compaixão e o cuidado de DEUS, junto com os estudos que elas são capazes de manter, serão muito útil no futuro. Elas, definitivamente, não estão perdendo nada, quando você levar em consideração que a valorização delas até mesmo por cada pequena benção na vida serão marcas da grande maturidade delas. Mais, elas estão vendo, experimentando em primeira mão o comprometimento amoroso entre seus pais – mesmo enfrentando uma doença brutal.

Sim, a vida da educação domiciliar é um modelo de família bíblica. Isto permite que as famílias vivam, aprendam e trabalhem juntos em uma existência completa ou não compartimentada. Ninguém é como nosso DEUS, que recompensa a responsabilidade bíblica de uma maneira linda!

Tradução: Alessandra Martins – Mãe Educadora – Equipe Educadora
Fonte Texto Original: https://chalcedon.edu/blog/the-home-school-life
Fonte Imagem: https://www.pexels.com/pt-br/foto/adulto-criancas-filhos-cozinhando-3807337/

Você deseja utilizar, compartilhar, copiar ou distribuir este artigo? Entenda como isso pode ser feito de maneira a respeitar os direitos  atribuídos a ele.
Creative Commons – [CC BY-NC-ND 4.0] – http://bit.ly/CCartigosEducalar

Artigos Relacionados

Sobre o editor(a) Ver todos os posts

Bárbara Beatriz

Cristã, casada e mãe educadora. Tenho desejado mais da vida de Cristo em mim e em minha família. Que Cristo cresça e eu diminua!

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado. Os campos marcados devem ser preenchidos *