Andando com as Próprias Pernas

Por Andrea G Schwartz
18 de Janeiro de 2007

O objetivo da educação domiciliar é produzir graduados autossuficientes e com independência para andarem com as próprias pernas? Devo confessar que houve um tempo em que mantive essa posição e trabalhei para esse fim como mãe/educadora domiciliar. Porém, cheguei à conclusão que este tipo de pensamento é antibíblico e bem humanista.

Faça Parte da Comunidade Educalar

O problema que Adão e Eva tiveram no jardim foi a suposição ilusória de que PODERIAM ser autossuficientes e agir independentemente de Deus. Eles não apenas estavam desiludidos dessa noção errada quando foram escoltados para fora do Éden, como transmitiram essa aberração à sua posteridade na forma do pecado original. Todas as gerações subsequentes nasceram sob a ilusão de que podem ser como Deus, determinando a si mesmas o que é certo e errado.

Nossa cultura humanística exalta aquele que se faz por si só, o pensador independente, a atitude de eu posso fazer tudo sozinho. Nossos heróis da ficção são aqueles que se destacam por se erguerem do lamaçal da vida comum, enfrentando o mundo sozinhos contra todas as adversidades, tornando-se assim heróis para aqueles ao seu redor.

Jesus disse aos discípulos que eles precisavam receber o Reino como uma criança. Como todo pai sabe, os filhos nascem como indivíduos muito dependentes que precisam de cuidado e orientação constantes. Ao aplicarmos disciplina externa em suas vidas, devemos treiná-los para serem autodisciplinados – não autossuficientes. Conforme eles amadurecem sob nosso cuidado e educação, devem transferir a obediência à nossa instrução ao Senhor Jesus Cristo e Sua Palavra. Quando transmitimos essa verdade importante e vimos a evidência de que eles a adotaram é que nossas responsabilidades como pais em tempo integral foram completadas e um homem ou mulher cristão maduro está pronto para enfrentar a idade adulta com total confiança em Cristo.

O objetivo da vida cristã é o domínio sob e por meio do Senhor Jesus Cristo em conjunto com a comunidade de irmãos na fé, não como “cavaleiros solitários”.



Texto Original: https://chalcedon.edu/blog/standing-on-your-own-two-feet
Tradução do Texto: Tahuana Souza – Equipe Educalar
Revisão do Texto: Alessandra Martins – Equipe Educalar
Fonte Imagem: https://www.pexels.com/pt-br/
*Inserido vídeo: “
O que Significa Ser um Cristão Maduro” nesta tradução.

Você deseja utilizar, compartilhar, copiar ou distribuir este artigo? Entenda como isso pode ser feito de maneira a respeitar os direitos  atribuídos a ele. Creative Commons – [CC BY-NC-ND 4.0] – http://bit.ly/CCartigosEducalar

Artigos Relacionados

Sobre o editor(a) Ver todos os posts

Bárbara Beatriz

Cristã, casada e mãe educadora. Tenho desejado mais da vida de Cristo em mim e em minha família. Que Cristo cresça e eu diminua!

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado. Os campos marcados devem ser preenchidos *